Domingo, Julho 21, 2024
InícioFestivaisKarlovy Vary 2023: 57ª edição apresenta competição oficial

Karlovy Vary 2023: 57ª edição apresenta competição oficial

A 57ª edição do Karlovy Vary International Film Festival, que decorre naquela cidade da Boémia, entre 30 Junho-8 Julho) acaba de revelar as diferentes secções competitivas. Karel Och, o diretor artístico do KVIFF, declarou que estão “orgulhosos do nossa seleção e mal podemos esperar para compartilhá-la com o nosso público”.

A principal seção competitiva do festival, a competição para o Globo de Crustal, inclui nove estreias mundiais e duas internacionais, abrangendo uma seleção diversificada de realizadores com grande experiência e outros estreantes. O júri internacional inclui a atriz Patricia Clarkson, além da produtora Dora Bouchoucha, o diretor de Iniciativas Estratégicas do festival de Sundance e programador John Nein, o cineasta esloveno radicado em Praga, Olmo Omerzu, e o ator Barry Ward.

Entre os filmes a concurso estará o filme de estreia de Itsaso Arana, The Girls Are Alright, que celebra o companheirismo feminino e o verão, acrescentando um toque de magia; The Hypnosis, uma sátira moderna sobre inibições e expectativas sociais do diretor sueco Ernst De Geer; Where the Wind Blows, uma provocativa interpretação do Novo Testamento do diretor italiano Marco Righi; a parábola satírica do diretor georgiano Tinatin Kajrishvili sobre fé e crenças, Citizen Saint; e Blaga’s Lessons de Stephan Komandarev, uma crítica da situação social na Bulgária pós-comunista.

A secção Proxima, inaugurada o ano passado, em substituição da secção East of the West, prepara-se para mais uma edição de filmes desafiantes. E que incluem o documentário romeno de Alexandru Solomon, Arsenie. An Amazing Afterlife, oferecendo perspectivas coloridas e bem-humoradas sobre a fé da sociedade contemporânea em milagres em meio a crises globais; Embryo Larva Butterfly de Kyros Papavassiliou, uma exploração inventiva do tempo e das relações em um mundo que questiona a linearidade do tempo; The Lost Children, um terror psicológico belga de Michèle Jacob; Keep Mum, de Emilie Brisavoine, uma exploração íntima de uma dinâmica familiar distinta e do complexo relacionamento entre mãe e filha; e o diário em vídeo reflexivo de Thomas Imbach, Say God Bye, explorando sua própria carreira e seu relacionamento com Jean-Luc Godard.

De referir que o júri da Proxima será composto pela crítica de cinema Dana Linssen, a produtora de cinema Marija Razgutė, o documentarista Šimon Šafránek, a autora e pesquisadora Barbara Wurm e o CEO da Rediance Meng Xie.

A próxima edição do KVIFF receberá oito filmes em sua seção de Sessões Especiais, apresentando uma diversidade de temas, estilos e gêneros. Esta seleção, composta por cinco longas de ficção e três documentários, pretende complementar a seleção oficial da KVIFF. Facing Darkness, de Jean-Gabriel Périot, fornece um relato cru do cerco de Sarajevo por meio de imagens de arquivo e reflexões contemporâneas; Luka Beradze expõe espirituosamente as promessas vazias de políticos populistas na Geórgia Sorridente; e o filme de estreia de Pier-Philippe Chevigny, Temporaries, investiga a injustiça trabalhista.

O cinema nacional estará mais uma vez ricamente representado em todas as seções. Tomáš Klein revelará seu conto cinematográfico sobre o amor, o medo da solidão e a relação pai-filho, A Sensitive Person, em estreia mundial, ao lado do drama policial de Matěj Chlupáček, We Have Never Been Modern, na competição principal. O longa-metragem de estreia de Albert Hospodářský, Brutal Heat, fará uma aparição no Proxima Competition, junto com o segundo longa-metragem de Olga Chajdas, co-produzido na República Tcheca, Imago. O tão esperado renascimento da ficção científica tcheca, Restore Point, será revelado na vertente Special Screenings, acompanhado por uma adaptação livre de Heart of Darkness, de Joseph Conrad, Snake Gas, e o terror de invasão de câmara em casa She Came at Night.

 

Crystal Globe Competition

Red RoomsPascal Plante (Canada)
The Girls Are AlrightItsaso Arana (Espanha)
A Sensitive PersonTomáš Klein (República Checa/Eslováquia)
Dancing on the Edge of a VolcanoCyril Aris (Líbano/Alemanha)
FremontBabak Jalali (EUA)
The HypnosisErnst De Geer (Suécia/Noruega/França)
Where the Wind BlowsMarco Righi (Itália)
Citizen SaintTinatin Kajrishvili (Geórgia/França/Bulgária)
Empty NetsBehrooz Karamizade (Alemanha/Irão)
Blaga’s LessonsStephan Komandarev (Bulgária/Alemanha)
We Have Never Been ModernMatěj Chlupáček (República Checa/Eslováquia)

Proxima Competition

Arsenie. An Amazing AfterlifeAlexandru Solomon (Roménia/Luxemburgo)
BirthJi-young Yoo (Coreia do Sul)
Brutal HeatAlbert Hospodářský (República Checa/Eslováquia)
The Song of the AuricanturiCamila Rodríguez Triana (Colômbia/Argentina)
Embryo Larva ButterflyKyros Papavassiliou (Chipre/Grécia)
The Lost ChildrenMichèle Jacob (Bélgica)
GurasSaurav Rai (India/Nepal)
ImagoOlga Chajdas (Polónia/Holanda/República Checa)
In CameraNaqqash Kahlid (Reuni Unido)
Dark MatterKarim Lakzadeh (Irão)
Keeping MumEmilie Brisavoine (França)
Say God ByeThomas Imbach (Suíça)

Special Screenings

Restore PointRobert Hloz (República Checa/Eslováquia/Polónia/Sérvia)
Facing DarknessJean-Gabriel Périot (França/Suíça/Bósnia e Herzegovina)
Smiling GeorgiaLuka Beradze (Georgia/Alemanha)
Snake GasDavid Jařab (República Checa/Eslováquia/Roménia)
She Came at NightTomáš Pavlíček, Jan Vejnar (República Checa)
TemporariesPier-Philippe Chevigny (Canadá/França)
Slow – Marija Kavtaradze (Lituania/Espanha/Suécia)
All Men Become BrothersRobert Kirchhoff (República Checa/Eslováquia)

RELATED ARTICLES

Mais populares