Quarta-feira, Maio 29, 2024
InícioFestivaisRussell Crowe: Não é só rock and roll, but I like it!

Russell Crowe: Não é só rock and roll, but I like it!

Estrela é assim mesmo. Tem de vergar-se ao estatuto. Ou, pelo menos, saber conviver com ele. Nada que seja alheio ao experiente a Russell Crowe, o actor australiano de 59 anos que recebeu um Globo de Cristal no festival de Karlovy Vary, mas que brindou o público com um concerto ao ar livre, acompanhado pela sua banda Garden Party.

Russell Crowe e os Garden Party (foto: KVIFF)

Na conferência de imprensa no dia seguinte, Crowe recordou até, a quem não estava familiarizado com o seu lado musical, alguns nomes tão diversificados como Dua Lipa, RZA dos Wu-Tang ou até Michael Bublé… E atualizou até o seu envolvimento paternal com as diferentes franchises de super-heróis. Ou seja, na DC assume a personagem do pai do Superman, ao passo que na Disney Marvel é o Thor, pai de Hércules; mas ainda na Sony Marvel é pai de Kraven, o Caçador. Nada mal…

Russell Crowe recebe Globo de Cristal (Foto: KVIFF)

Explicou até a maturidade alcançada pelos de super-heróis, sobretudo depois de um início com narrativas mais lineares. “Agora o público cresceu e as próprias personagens tornaram-se mais sofisticadas.  Acho que no início pode ter havido um equívoco sobre a forma como os filmes baseados em comic books eram feitos em green screen. Mas agora as coisas mudaram um bocado,” referiu.

Tal como também mudou o filme Gladiador, a personagem que o afirmou como actor. Convidado a comentar a sequela de novo filme de Ridley Scott, o actor escusou-se com a desculpa de que tinha morrido no filme original. Mas informou que esteve “recentemente em Malta, porque demos lá um concerto e ao olhar para o Forte Ricasoli, recordei-me de como o Coliseu tinha sido ali construído, em 1999, tal como agora outra vez. É como uma viagem abrupta no tempo, em poucos segundos. Não estava à espera que construíssem o Coliseu exatamente no mesmo local.”

O festival exibiu ainda Master & Commander: O Lado Mais Longínquo do Mundo (2003), de Peter Weir, numa sessão especial comemorativa dos 20 anos de estreia, onde Crowe foi nomeado a um Globo de Ouro pela sua interpretação do capitão Aubrey.

RELATED ARTICLES

Mais populares